Entenda como a tecnologia vai ajudar na inclusão de moradores com deficiência.

Entenda como a tecnologia vai ajudar na inclusão de moradores com deficiência.

Você já se perguntou o que a tecnologia pode fazer pela inclusão de moradores com deficiência?

Em primeiro lugar, imagine que você tem em suas mãos o conhecimento necessário para solucionar vários dos males da sociedade, como a desigualdade, por exemplo.

Se você pudesse levar isso aos Governantes e erradicar estes problemas, certamente faria, certo?

Agora, e se eu te disser que, ao final desse texto, você terá o conhecimento necessário para diminuir a desigualdade, pelo menos, dentro do seu condomínio com soluções que promovem a inclusão de moradores com deficiência?

Portanto, é sobre isso que falaremos hoje: mudar o mundo, começando pelo seu lar.

Leia o texto até o final e surpreenda-se com o poder que a tecnologia tem para fazer o bem!

Pessoas com deficiência no Brasil

Segundo o IBGE, o Brasil tem 17,3 milhões de pessoas com deficiência. Ou seja, 8,4% da população brasileira acima de 2 anos.

Fico imaginando como certamente é difícil para um morador de determinado condomínio quando precisa usar a linguagem de sinais para se comunicar com seu síndico ou outros moradores que não estejam preparados para isso.

Nesse sentido, imagine a pessoa com deficiência visual: quantos obstáculos ela encontra no local em que sempre sonhou morar? E quando eles quiserem participar de uma assembleia para opinar e dar o seu parecer? Não deve ser fácil esta situação.

Neste artigo vou mostrar algumas formas de inclusão de moradores com deficiência para que eles estejam presentes nas decisões do condomínio, tenham qualidade de vida e até mesmo ajudá-los nas tarefas do dia a dia dentro do apartamento.

 

Hand Talk

Deixa eu apresentar para você o Hugo: ele é o avatar da Hand Talk, uma plataforma que está ajudando a resolver o problema do morador que é surdo e mudo.

Eles têm um aplicativo que utiliza Inteligência Artificial junto com a leitura do reconhecimento de sinais em libra e transcreve em texto ou em áudio o que ela está querendo falar. Já são mais de 4 milhões de downloads deste aplicativo. Pense em como será fácil a comunicação com este morador.

 

Seeing AI

Já para a inclusão de moradores com deficiência visual, existe um aplicativo chamado Seeing AI.

Este aplicativo é incrível! Dentre suas funcionalidades, há uma em que ele armazena fotos de conhecidos e, quando eles chegarem perto, basta virar a câmera do celular para o indivíduo e o sistema fala: quem é, como está vestido e até mesmo como está seu humor no dia.

Outros recursos são a leitura de textos e também o reconhecimento de objetos, além de reconhecer as cédulas de dinheiro.

O morador pode ir no mercadinho do condomínio, pegar um produto e o aplicativo já reconhece o que é e avisa que ele está pegando um chocolate “x”, por exemplo. Além disso, ele lê o código de barras e as informações de fabricação e validade.

Talvez a função mais incrível seja a que o morador vai, por exemplo, ao playground do condomínio e vira a câmera para a cena que estiver acontecendo. O sistema transmitirá em áudio: “Parece ter duas crianças brincando, uma no escorregador e outra parada em pé”.

Be My Eyes

Be my Eyes é outro aplicativo muito interessante. Que tal ser voluntário para ser os olhos de um morador do seu condomínio?

Esse aplicativo funciona da seguinte maneira:

Você, um um morador voluntário, baixa-o e se cadastra com perfil de voluntário. O morador com deficiência visual, ao baixar o aplicativo, faz um cadastro como usuário.

Quando esse usuário precisar de ajuda, ele realiza uma video chamada e o voluntário mais próximo é conectado. Quando ele atende, o morador com deficiência pode solicitar ajuda para as mais diversas tarefas, como confirmar se algum aparelho está ligado, qual cor é determinada roupa ou mesmo alguma emergência, como um cheiro estranho saindo de algum eletrônico.

Pense em como isso facilita o dia a dia e a inclusão de moradores com deficiência visual!

Estamos vivendo um novo momento no mercado condominial. Aproveite todas estas tecnologias para criar um ambiente inclusivo para estas pessoas mega power do seu condomínio.

“Como as aves, as pessoas são diferentes em seus voos, mas iguais no direito de voar” (Judite Hertal).

Você, que é morador, bora fazer sua parte para incluir este pessoal mega power nas reuniões do seu condomínio? Assembleias?

Tenho certeza de que eles estão ansiosos para participar e contribuir com a criação de um ambiente cada vez melhor no seu condomínio.

Aceita este desafio? Envie este conteúdo para a administração do seu condomínio e proponha essas mudanças.

Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.